Ansiedade – Um mal que tem remédio

Ansiedade é uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso, aperto no tórax, transpiração etc.

Esses dois aspectos, tanto a ansiedade quanto o medo, não surgem na vida da pessoa por uma escolha. Acredita-se que vivências interpessoais e problemas na primeira infância possam ser importantes causas desses sintomas. Além disso, existem causas biológicas como anormalidades químicas no cérebro ou distúrbios hormonais. Ansiedade é um estado emocional que se adquire como consequência de algum ato.

Todas as pessoas podem sentir ansiedade, principalmente com a vida atribulada atual. A ansiedade acaba tornando-se constante na vida de muitas pessoas. Dependendo do grau ou da frequência, pode se tornar patológica e acarretar muitos problemas posteriores, como o transtorno da ansiedade. Portanto, nem sempre é patológica.

Ter ansiedade ou sofrer desse mal faz com que a pessoa perca uma boa parte da sua auto-estima, ou seja, ela deixa de fazer certas coisas porque se julga ser incapaz de realizá-las. Dessa forma, o termo ansiedade está de certa forma ligado à palavra medo, sendo assim a pessoa passa a ter medo de errar quando da realização de diferentes tarefas, sem mesmo chegar a tentar.

A Ansiedade em níveis muito altos, ou quando apresentada com a timidez ou depressão, impede que a pessoa desenvolva seu potencial intelectual. O aprendizado é bloqueado e isso interfere não só no aprendizado da educação tradicional, mas na inteligência social. O indivíduo fica sem saber como se portar em ocasiões sociais ou no trabalho, o que pode levar a estagnação na carreira.

VENÇA A ANSIEDADE

Texto: Mateus 6:25-34

Como viver sem se preocupar com a manutenção da vida?
Como obedecer ou praticar este mandamento, nós que vivemos num país com tantas incertezas?
Será possível viver de maneira despreocupada no Brasil? Como?

1. Entendendo a ansiedade
Ansiosos” vêm do termo grego que significa “distrair” – A idéia é que mente procura seguir em duas direções ao mesmo tempo, resultando em confusão e sofrimento.

(Mateus 6:20) – Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. (Mateus 6:24) – Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. “O homem que quiser ter um tesouro nos céus e que quiser servir a Deus e não às propriedades deve desvencilhar-se da ansiedade” (Sherman Johnson). Na explicação de Orlando Boyer, a avareza e ansiedade são uma para com a outra, como a lagarta para a borboleta; aqueles que andam aflitos por dinheiro mostram-se avarentos depois de adquiri-los. O amor ao dinheiro produz avareza nos que o têm.

(Colossenses 3:5) – Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;
(Colossenses 3:6) – Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência;
(I Timóteo 6:10) – Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

É importante frisar que Jesus não proíbe a prudência que prevê o futuro, mas o afã e o angustiar-se pelo amanhã. Ele proíbe o medo ansioso, enfermo, que é capaz de eliminar toda a possibilidade de alegria da vida presente.

2. Razões para vencer a ansiedade
No texto em Mateus (6 : 25-34), Jesus apresenta 8 razões:

2.1 Pela vida do Homem
(Mateus 6:25) – Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?
//A personalidade humana merece mais consideração do que a simples satisfação dos desejos físicos //

2.2 Deus tem cuidado
(Mateus 6:26) – Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?
(Mateus 28:20) – Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.

2.3 A Ansiedade é inútil
(Mateus 6:27) – E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura?

2.4 Analogia das Flores
(Mateus 6:28) – E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam;
(Mateus 6:29) – E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles.

2.5 Para não sermos infiéis como as pessoas que não crêem em Deus
(Mateus 6:32) – (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;
//A ansiedade é essencialmente desconfiança para com Deus//

2.6 Ansiedade é algo desnecessário
(Mateus 6:32) – (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;

2.7 Porque Deus nos supri
(Mateus 6:33) – Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

2.8 Ansiedade – Aumenta o sofrimento
(Mateus 6:34) – Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.
//É loucura sofrer o mal futuro, que nem ao menos existe ainda, juntamente com o sofrimento presente, o é perfeitamente real//

3. A importância da providência Divina

3.1 Ele preserva e governa nossa vida de modo muito especial
(Atos 17:28) – Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração.
(Salmos 57:2) – Clamarei ao Deus altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa.
(Neemias 9:6) – Só tu és SENHOR; tu fizeste o céu, o céu dos céus, e todo o seu exército, a terra e tudo quanto nela há, os mares e tudo quanto neles há, e tu os guardas com vida a todos; e o exército dos céus te adora.

3.2 A providência opera em nosso nascimento
(Salmos 139:13) – Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe.
(Salmos 139:14) – Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.
(Salmos 139:15) – Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.
(Salmos 139:16) – Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.

3.3 A providência na Salvação
(I Tessalonicenses 4:11) – E procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo temos mandado;
(I Tessalonicenses 4:12) – Para que andeis honestamente para com os que estão de fora, e não necessiteis de coisa alguma.

3.4 A providência na vida familiar
(Salmos 34:10) – Os filhos dos leões necessitam e sofrem fome, mas àqueles que buscam ao SENHOR bem nenhum faltará.

Enfim a providência em tudo:
(Romanos 8:32) – Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
(Romanos 8:28) – E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

Conclusão
É possível vencer a ansiedade ou a preocupação excessiva, descansando na providencia divina, sabendo que Ele suprirá todas as necessidades.

(Lucas 10:41) – E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;
(Lucas 10:42) – E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

Voltemos a boa parte que é adorar aos Senhor, pois Ele tem cuidado de nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s