O Coelho da Páscoa

– Papai, o que é Páscoa?

– Ora, Páscoa é…… bem…… é uma festa religiosa!

– Igual Natal?
– É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.
– Ressurreição?
– É, ressurreição. Marta, vem cá!
– Sim?
– Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
– Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
– Mais ou menos …….. Mamãe, Jesus era um coelho?
– Que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Deus me perdoe! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!
– Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus?
– É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
– O Espírito Santo também é Deus?
– É sim.
– E Minas Gerais?
– Sacrilégio!!!
– É por isso que a Ilha da Trindade fica perto do Espírito Santo?
– Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a, professora explica tudinho!
– Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?
– Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
– Coelho bota ovo?
– Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
– Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
– Era, era melhor, ou então urubu.
– Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né? Que dia que ele morreu?
– Isso eu sei: na sexta-feira santa.
– Que dia e que mês?
– ??????? Sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na sexta-feira santa e ressuscitou três dias depois, no sábado de aleluia.
– Um dia depois.
– Não, três dias.
– Então morreu na quarta-feira.
– Não, morreu na sexta-feira santa ……. ou terá sido na quarta-feira de cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora de catecismo!
– Papai, por que amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?
– É que hoje é sábado de aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
– O Judas traiu Jesus no sábado?
– Claro que não! Se ele morreu na sexta!!!
– Então por que eles não malham o Judas no dia certo?
– É, boa pergunta. Filho, atende o telefone pro papai. Se for um tal de Rogério diz que eu saí.
– Alô, quem fala?
– Rogério Coelho Pascoal. Seu pai está?
– Não, foi comprar ovo de Páscoa. Ligue mais tarde, tchau.
– Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
– Cristo. Jesus Cristo.
– Só?
– Que eu saiba sim, por quê?
– Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
– Coitada!
– Coitada de quem?
– Da sua professora de catecismo

Páscoa não é coelhinhos e ovos de chocolate, é até gostoso comer estas coisas na Páscoa. Já ouvi falar que o ovo da páscoa representa uma nova vida por causa do pintinho que nasce do ovo e que o coelho da páscoa simboliza fertilidade. Ambos os símbolos tomaram parte na Páscoa oriundos de culturas pagãs.

Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do Senhor. Êxodo 12:11

Mas o verdadeiro significado da Páscoa do cristianismo está ligado à celebração, Pessach ou Passover, da páscoa dos judeus. Quando é comemorado o êxodo dos israelitas do Egito, depois de 400 anos, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a “passagem” de Cristo, da morte para a vida.

Mas o sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu o sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga para vos destruir, quando eu ferir a terra do Egito. Êxodo 12: 13

Pessach significa “passar por cima de” o que lembra a orientação de Deus para que todo o israelita sacrificasse um cordeiro imaculado e com o sangue deste aspergissem os umbrais das suas casas. Para que quando o anjo da morte passasse pelo Egito para cumprir a última praga de Deus contra o Faraó, a matança dos primogênitos, antes do povo de Deus partir, poupar todas as famílias das casas aspergidas, marcadas com o sangue do cordeiro. Cordeiro este que tipifica Jesus Cristo conforme disse João Batista quando O viu: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. João 1:29

Jesus foi levado à morte na Cruz do Calvário como O Cordeiro, sem máculas, de Deus oferecido em sacrifício vivo, derramando o seu precioso sangue em favor de nós pecadores. E Ele ao terceiro dia ressucitou, venceu a morte para nos dar uma nova vida e nos libertou da escravidão do pecado para um novo relacionamento com Deus. Então a Páscoa passou a ser uma festa cristã que celebra a morte e ressurreição de Jesus Cristo e seus verdadeiros símbolos são O Cordeiro, A Cruz e também o Pão e o Vinho ministrados na reunião de comunhão.

“Porque todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes do cálice estareis anunciando a morte do Senhor, até que ele venha.”1 Co 11:26

O pão e o vinho simbolizam o Corpo e o Sangue de Cristo consecutivamente. Ambos são ministrados durante a Ceia do Senhor como ordenança do Senhor para a lembrança do Seu sacrifício em nosso favor até a sua volta para buscar a congregação daqueles que lavaram as suas vestes no Seu Sangue. Para estes, os que estão vivos serão arrebatados e os mortos ressucitarão e sobre ambos a morte não terá mais poder e viveremos eternamente.

“Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá;” João 11: 25


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s